Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Outro Lado

"I knew all the rules but the rules did not know me..." Uma viagem que se inicia em 2004 e passa por várias transformações, da poesia, à prosa a uma partilha de experiências, atreve-te!

O Outro Lado

"I knew all the rules but the rules did not know me..." Uma viagem que se inicia em 2004 e passa por várias transformações, da poesia, à prosa a uma partilha de experiências, atreve-te!

Apenas tu...

26.12.06, Carla

http://olhares.com/s_t/foto983348.html Carlos Lázaro



Caminhamos juntos,
lembro o primeiro dia
de entre muitos assuntos
eu sorria.

Na areia,
as pegadas dançam
e a noite começa a cair
as estrelas cantam
tu és lindo a sorrir!

A loucura,
tomou conta de nós
os teus gestos, a tua ternura
eu e tu a sós...

Eu,
Perco-me no teu olhar
nas linhas do teu sorriso
no teu toque, no teu beijar..
no brilho dos teus olhos!

Amo-te muito,
Carla Ferreira

Mais uma noite...

26.12.06, Carla

http://olhares.com/suavemente_quebrando_o_gelo/foto983596.html



A noite de 24, voltou a ser diferente, o silêncio tomou conta da noite, abafou por completo a sala.
Eu tentei encontrar-te na lua, naquela pequena estrela que brilhava, juro que tentei mas a noite foi diferente.
Aquele lugar na mesa estava e estará vazio, é estranho...mas há momentos complicados...
Ninguém fala sobre ti, mas sente-se nas conversas, na falta de alegria ao preparar os doces.
Hoje não há filhozes...não tive força para as fazer...a receita...não a escrevi...
Chegou a meia-noite, é Natal, relembro a euforia de outros tempos, relembro o teu sorriso...até que alguém me diz: "É para ti!" Volto naquele instante e sorrio,momentos únicos que passámos ficam aqui no meu coração, apenas quero que saibas que não me esqueço de ti avó...seria impossivel!

Boas Festas,
Carla Ferreira

Quero...

20.12.06, Carla

http://www.treklens.com/gallery/Europe/Portugal/photo220962.htm Joao Moura



Quero beijar-te, abraçar-te, sentir-te bem perto de mim…

Quero tocar o teu corpo como se nele tocasse piano e uma melodia suave abafasse o ar…
Quero num leve arrepio, procurar-te com a minha mão e cada dedo suavemente tocar a tua pele como se fossem beijos….
Quero escutar esta melodia cada vez mais intensa e este desejo reflectido no calor dos nossos corpos, como se o fogo da nossa paixão fosse o lume de uma lareira.
Quero-te adormecer nos teus braços, com leve sorriso no rosto e um desejo acalmado.
Quero num gesto desenhar nas estrelas o nosso amor e a nossa loucura, quero continuar a construir o nosso castelo, quero-te e amo-te!
 
Se te deixo sem palavras, tu também me deixas e sabes porquê?
Porque cuidas de mim de uma forma especial, amas-me como eu sou e acreditas em mim.
São 11 meses simplesmente magníficos a teu lado em que sou feliz, em que o meu sorriso voltou a ter expressão e o meu coração cor.
 
Amo-te muito,
Carla Ferreira

Nós!

12.12.06, Carla

http://www.olhares.com/a_eterna_conversa_das_rochas/foto12433.html -Erik Reis


Eu e tu como duas rochas fortes, guiadas pelo pôr do sol  que parece querer mergulhar no mar, como eu mergulhei nos teus braços...
A noite cai e a conversa não termina, não consigo parar de olhar para ti, admirar cada traço do teu rosto, cada curva do teu sorriso, cada sonoridade das tuas gargalhadas.
A tua voz chega-me como uma melodia suave que aconchega o meu coração e me faz sonhar...
O meu olhar apenas se perde no teu e amanhã quando acordar tenho a certeza absoluta que te vou segredar com pequenas melodias, o quanto te estou amar.

Amo-te Muito,
Carla Ferreira




 

Natal...

12.12.06, Carla

http://www.olhares.com/repuxo_de_agua/foto2615.html Hugo Reis




Chegou o Natal , entrámos oficialmente na época de festas, parece que meio mundo se lembrou que afinal está na altura de dizer olá estás bem, feliz natal!
Mas porquê, só agora passados 353 dias do ano? Onde andaram o resto do ano?
O Natal parece-me que caminha para um buraco onde só impera o materialismo e a vontade de ter tudo mesmo que não nos sirva para nada.
E os outros, aqueles que nem pão têm na mesa? Ah pois é agora que é natal lembramo-nos deles, mas encerrado o Natal tudo volta ao normal...
Eu gostava que fosse natal o ano todo, poder ver a minha cidade alegre cheia de luzes, ver as pessoas a sorrir e ajudar o próximo, ouvir dizer todos os dias gosto muito de ti...
Porque se esperamos 353 dias para dizer tudo isto ou fazer...corremos o risco de ser tarde demais...e apenas podemos ficar a olhar...como se quiséssemos que o relógio parasse e  tempo voltasse atrás...mas já não é possivel...
Ama e diz que amas nos 365 dias do ano, festeja esse amor no natal, na passagem do ano...faz desta altura a comemoração pelo facto de seres feliz e estares vivo !


Feliz Natal,
Carla Ferreira

Naquele dia, naquela noite

03.12.06, Carla



N
um só gesto pegaste-me ao colo e eu senti as tuas mãos no meu corpo, que reagiu com um leve arrepio...

Mergulhei nos teus braços, recebi os teus beijos como se fossem os últimos, embalei ao som da canção.

Num tom suave conversámos, como se tivéssemos sentados na lua e a noite fosse nossa, confesso amei o momento, amei-te como se fosse a primeira vez.

Aquela tarde de Janeiro foi a melhor coisa que me aconteceu, conheci-te, tudo parecia planeado num momento perfeito e na noite de sexta-feira choveram estrelas no céu, a lua iluminou o nosso amor.

Amo-te muito,

 

Carla Ferreira

 
 

Beijo

02.12.06, Carla
http://www.treklens.com/gallery/Europe/Portugal/photo183165.htm André Viegas

 
 
 
 

 

Sob a cidade a lua adormece
Eu procuro os teus braços
Junto ao rio,
Um arrepio a espaços...
O meu corpo..estremece

 

 

 
 
 
 

Beijo o teu rosto
o teu corpo bem perto do meu
num movimento louco...
recebo o que é teu.

 
 
 
 
 


O tempo passa...
Ignoramos o mundo lá fora..
A lua o nosso destino traça...
já passou a hora...

 

 

 
 
 
 
 

Amo-te,
e são poucas as palavras..
os versos...para descrever a paixão
contigo ganhei asas...
bate forte o meu coração..

 

 

Hoje não é nenhum dia em especial, mas queria dizer que te amo muito, é sempre bom poder dizê-lo a quem amamos, a quem cuida de nós como tu fazes comigo.

Amo-te muito,
Carla Ferreira