Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Outro Lado

"I knew all the rules but the rules did not know me..." Uma viagem que se inicia em 2004 e passa por várias transformações, da poesia, à prosa a uma partilha de experiências, atreve-te!

O Outro Lado

"I knew all the rules but the rules did not know me..." Uma viagem que se inicia em 2004 e passa por várias transformações, da poesia, à prosa a uma partilha de experiências, atreve-te!

A quem marca a diferença!

11.01.17, Carla
No dia do obrigado, há em que nunca te deixe por um momento seja ele bom ou mau que sorriem contigo e choram contigo. E o meu obrigada vai para o marido fantástico que tenho a meu lado, que é tão louco quanto eu e por isso somos só um. Aos meus pais e avós pelo que sou hoje mais forte que nunca! Ao meu irmão sempre presente em todos os momentos não é preciso falar para nos entendermos! À Cláudia que mesmo a 300km ainda tem paciência para me ouvir e dar o conselho! À melhor (...)

tenho saudades. ..

04.05.15, Carla
10 anos depois não consigo eliminar esta saudade de ti. .. Tenho saudades de conversar horas a fio contigo, das longas férias que passava na tua companhia. Tenho saudades tuas, era suposto ao fim de tanto tempo ou a falta de não te ter num momento tão importante como o que vai acontecer em Outubro? Tenho saudades daquelas filhozes, o ovo estrelado no pão que só tu sabias fazer. .. Tenho saudades das tardes no quintal, de vir da escola e bater à porta... Bolas...tenho saudades. .. (...)

O que realmente importa. ..

06.04.15, Carla
O tempo passa ou nós passamos por ele? O blogue começou em 2004, 11 anos passaram e milhares de vivências também. Pelo meio ficou a saudade de muitos, alegria de momentos e muitas pessoas. Ficaram aqueles que realmente importam, mesmo que não digas Olá todos os dias estão lá sempre no melhor e no pior! São 11 anos de realização e o atingir de objectivos. É uma vida sempre da minha forma e ao meu estilo :). Se fazia tudo outra vez? Sim claro! Feliz Páscoa a todos e sejam felizes ;)! (...)

A eles!

26.07.14, Carla
Fecho os olhos e recordo cada momento da minha infância, o embalar das minhas avós e a preocupação a cada suspiro e o olhar embevecido a cada sorriso. Fecho os olhos e sinto um aperto, uma saudade imensa, o saber que faltou algo e em que algum momento não vivemos tudo,mas o tempo seguiu como sempre! Ao mesmo tempo sorrio porque consigo ouvir o ralhar da bola a bater no (...)

O poeta esquecido...

15.08.13, Carla
  Procuro em cada letra recuperar o que perdi construir um conjunto de palavras que já esqueci...   Memórias de um tempo em que sabia o que escrever cada palavra registada num momento.. que agora não sei ler!   Não fosse isto O Outro Lado, diria que me tinha perdido entre música, trabalho e fado fica um poeta esquecido...         Carla

Palavras perdidas

26.02.13, Carla
  Num pedaço de papel desenhei umas letras fechei os olhos imaginei a tua pele entrelaçada nos meus dedos... uma noite sem medos... Entregues à loucura de uma noite sem fim ultrapassamos o carinho e a ternura roubaste um pedaço de mim...   AMO-TE!

Desasossego

16.01.12, Carla
Que noite fria... não sinto a minha alma uma lareira quente, um abraço acalma... fecho os olhos descanso a mente!   O desasossego chega ao dormir, aconchegas-me nos teus braços e ficas a ouvir as minhas palavras tontas a espaços...   Amo-te muito, Carla    

Recuperar alguns textos:

27.07.11, Carla
Se eu conseguisse escrever... o que é cada momento a teu lado, se fosse possivel dizer... talvez escrevesse fado... mas as palavras não chegam... e em cada olhar... as fotografias captam  os teus olhos a brilhar!  Se fosse simples amar... faria um conjunto de palavras... escritas numa noite de luar... juntos ganhávamos asas...   Mas tudo é perfeito, e uma palavra não chega... mesmo num defeito... o amor cega... Carla

Saber escutar

22.06.11, Carla
by me   O trabalho perante o público em geral mostrou-me uma noção mais real da nossa sociedade e da profunda depressão em que mergulhámos. Todos os dias adapto a minha forma de estar e a minha simpatia e disponibilidade de acordo com o que tenho à minha frente, aprendi que qualquer pessoa por mais 'estranha' que pareça merece a minha atenção e o meu sorriso. Porque (...)

Mudar...

04.04.11, Carla
By Lourenço   Chegou a primavera e com ela um novo template no blogue, só não prometo uma maior frequência de posts por questões de tempo...pode parecer desculpa mas não é... Acima de tudo o novo visual do blogue demonstra que às vezes é preciso mudar qualquer coisa... vivemos por vezes acomodados a tudo o que nos rodeia e assim vivemos sem mudar nada! Senti vontade d (...)